Empresa de segurança recusa acordo para reduzir jornadas excessivas


Processada em 7 milhões pelo MPT, a TB Forte chega a registrar jornadas de até 17 horas diárias. Sem acordo, ação continua tramitando na justiça.


17 de julho de 2018 – A TB Forte Segurança e Transporte de Valores recusou-se na semana passada a assinar acordo judicial com o Ministério Público do Trabalho (MPT) em São Paulo para comprometer-se a reduzir jornadas de trabalho excessivas e conceder intervalos de descanso adequados, além de corrigir outras irregularidades. O MPT entrou em maio com ação civil pública contra a TB Forte pelas horas de trabalho extenuantes a que a empresa submete os empregados. O órgão, que pede R$ 7 milhões em danos morais coletivos, reuniu-se com a empresa em 25/6 para tentar o acordo judicial, sem sucesso. A ação continua tramitando na justiça.

Imprimir

Acessa ABC realiza terceira etapa de ações para pessoas com deficiência

Projeto é voltado à inclusão de pessoas com deficiência e reabilitadas. Etapas anteriores tiveram foco no cadastramento para vagas de trabalho

São Bernardo do Campo, 13 de julho de 2018 - O projeto Acessa ABC, parceria entre o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Instituto de Estudos e Pesquisas Amankay, realiza no dia 26 de julho sua terceira etapa com uma audiência pública no Senai em São Bernardo, aberta a toda a comunidade e instituições interessadas.

Imprimir

Mobilidade urbana para pessoas com deficiência é tema de audiência pública no MPT-SP

Em evento, será exigido cumprimento de cota inclusive para os processos de licitação do transporte público municipal

São Paulo, 10 de julho de 2018 - O Ministério Público do Trabalho em São Paulo (MPT-SP) realiza em 2 de agosto deste ano a audiência pública com o tema “A mobilidade urbana e a pessoa com deficiência”, aberta a entidades representativas da sociedade civil, instituições públicas e privadas e às demais pessoas interessadas.

Imprimir

Torra-Torra é condenada em 200 mil por não contratar aprendizes

 

Sentença obriga empresa a cumprir cota de aprendizagem em todo o estado de São Paulo

Mogi das Cruzes, 28 de junho de 2018 – A Magazine Torra Torra Ltda foi condenada na semana passada (21 de junho) ao pagamento de R$ 200 mil em danos morais coletivos por recusar-se a contratar jovens aprendizes. O Ministério Público do Trabalho em Mogi das Cruzes foi responsável pela ação civil pública que resultou na sentença.

Imprimir

Pacto pela inclusão de jovens negras e negros é lançado em São Paulo

Com foco na inserção profissional, documento foi assinado por órgãos públicos, entidades, empresas e sindicatos

São Paulo, 21 de junho de 2018 – O Ministério Público do Trabalho (MPT) em São Paulo realizou ontem (20/6) o lançamento oficial do Pacto pela Inclusão Social de Jovens Negras e Negros no Mercado de Trabalho de São Paulo, documento elaborado pela Coordigualdade (Coordenadoria Nacional de Promoção de Igualdade de Oportunidade e Eliminação da Discriminação no Trabalho) do MPT em conjunto com mais de 10 instituições e entidades dos movimentos negros.

 

Imprimir